Pré-Sal

Plataforma Cidade de Itaguaí chega ao campo de Lula para ampliar produção no pré-sal

O navio-plataforma Cidade de Itaguaí, afretado pela Petrobras, já está ancorado na área de Iracema Norte do campo de Lula, informou a petroleira nesta sexta-feira, que considera o fato um passo importante para os esforços da estatal e dos seus parceiros para aumentar a produção em uma das áreas do pré-sal mais promissoras do país. A nova plataforma, do tipo FPSO (flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo), tem capacidade para produzir até 150 mil barris de petróleo e compressão de 8 milhões de metros cúbicos de gás por dia, informou a Petrobras. A operação está programada para começar no terceiro trimestre, segundo o Plano de Negócios e Gestão 2015-2019. A Petrobras é operadora de Lula, com 65% de participação, e tem como parceiras a britânica BG, com 25%, e a portuguesa Galp Energia, com 10%. A BG está em processo de ser comprada pela anglo-holandesa Shell.

Negócios

Petrobras confirma redução de US$ 90 bilhões nos investimentos até 2019 e amplia venda de ativos

 A Petrobras anunciou nesta segunda-feira que planeja investir US$ 130,3 bilhões de 2015 a 2019, queda de cerca de 40% em relação ao plano de negócios anterior, o equivalente a US$ 90 bilhões. A estatal prevê elevar a produção de petróleo no Brasil até 2020 para 2,8 milhões de barris por dia (bpd), bem abaixo dos 4,2 milhões de bpd estimados no plano anterior. A produção em 2015 deve ficar em cerca de 2,1 milhões de bpd. A estatal informou ainda que pretende vender ativos e reestruturar negócios no valor total de 57,7 bilhões de dólares até 2018. A venda de ativos neste e no próximo ano deverá totalizar 15,1 bilhões de dólares, ante uma estimativa anterior de 13,7 bilhões de dólares. O novo plano também prevê "esforços em reestruturação de negócios, desmobilização de ativos e desinvestimentos adicionais, totalizando 42,6 bilhões de dólares em 2017/2018". A área de Exploração & Produção (E&P) continuará com a maior parte dos investimentos nos próximos anos, com um total de 108,6 bilhões de dólares, à medida que a empresa tem grandes projetos no pré-sal para serem desenvolvidos e operados."Na atividade de exploração no país, os investimentos estão concentrados no Programa Exploratório Mínimo de cada bloco", disse a companhia.

Emprego

 Technip seleciona Técnico de Materiais para trabalhar no Porto de Açú-RJ e Atlas Professionals contrata Marinheiro de Convés

Leia aqui outras ofertas de emprego disponibilizadas diretamente pelas empresas interessadas ou por profissionais de Recursos Humanos para as áreas de petróleo, gás e indústria naval, com destaque para a região de Macaé, na Bacia de Campos. Lembramos que os currículos devem ser enviados diretamente para os emails fornecidos em cada oportunidade de emprego publicada.

Indústria Naval

Estaleiro Eisa Petro Um é fechado por tempo indeterminado

Os dois mil funcionários que ainda atuavam no estaleiro Eisa Petro Um, ligado ao Mauá, no bairro Ponta da Areia, em Niterói, foram orientados a não retornar ao trabalho e aguardar as negociações da empresa com a categoria. Com isso, o estaleiro suspende suas atividades a partir desta sexta-feira. 

Downstream

Petrobras volta a aumentar preço do gás

Disposta a adotar a paridade de preços de derivados no mercado doméstico em relação ao mercado internacional, a Petrobras comunicou às distribuidoras de gás canalizado um reajuste de 11% no produto a partir do dia 1º de agosto.

Gás Natural

Produção de petróleo e gás natural aumenta 10,2% em maio

A produção total de petróleo e gás natural no Brasil no mês de maio alcançou aproximadamente 2,998 milhões de barris de óleo equivalente (boe) por dia, sendo 2,412 milhões de barris diários de petróleo e 93,1 milhões de metros cúbicos de gás natural. Houve aumento de 10,2% na produção de petróleo se comparada com o mesmo mês em 2014 e de 1,3% em relação ao mês anterior. A produção de gás natural aumentou 10,2% frente ao mesmo mês em 2014 e diminuiu 1,3% se comparada ao mês anterior.

Negócios

Ministro diz que buscará atrair investidores de petróleo para áreas fora do pré-sal

O Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse que buscará atrair investidores para a nova fase da indústria brasileira do petróleo, promovendo áreas fora do pré-sal durante evento em Houston, no Texas. "O Brasil é uma boa oportunidade de investimento tanto para as empresas de petróleo quanto para as suas fornecedoras de bens e serviços. E essas oportunidades estão em várias áreas, não apenas no polígono do pré-sal", afirmou Braga.

O seu site favorito de O&G